top of page
  • Léo Begin

A Fantástica Cidade das Casas Amarelas



Há mais ou menos uns 10 anos atrás, estávamos eu e o Rapha em uma viagem pela região Oeste do Paraná, quando passamos por uma pequena cidade algo começou a chamar a minha atenção: a cidade (da qual não recordo o nome agora, estávamos apenas de passagem) tinha muitas, mas muitas casas amarelas, era uma coisa realmente fora da curva. E eu comecei a comentar: “olha uma casa amarela, outra, mais outra e mais outra…” A cada casa amarela que eu via, ficava ainda mais espantado e tentando em minha mente encontrar uma explicação pela paixão dos habitantes por esta cor. O Rapha por sua vez não demonstrava tanta empolgação assim, parecia ao meu ver que pra ele aquilo era algo bem comum. E num determinado momento eu falei: “tá, vc não acha que isso é no mínimo diferente?” Ai ele no alto da sua calma e racionalidade disse: “agora repare nas casas azuis…”

Foi ele acabar de dizer isso, uma explosão de cores apareceu “do nada” diante dos meus olhos, e eu comecei a ver casas azuis, vermelhas, verdes, amarelas, roxas, rosas, brancas, pretas, cinzas e todas as variações destas cores… Não era mais a cidade das casas amarelas, era uma cidade muito colorida e alegre, multicolorida. Na hora fique até meio constrangido, aff que vergonha, eu aqui tentando entender a fixação das pessoas pela cor amarela e quem estava com olhos só pra esta cor na verdade era eu, tão focado em uma única que simplesmente suprimi ou ignorei as demais.

Era a minha primeira viagem por aquela região, estava vislumbrado com as novidades e as belezas naturais, também depois me toquei de um detalhe que provavelmente influenciou essa minha obsessão momentânea pelas casas amarelas: algumas horas antes havíamos passado por uma imensa plantação de girassóis, a imponência daquele cenário que mais parecia um cartão postal, influenciou diretamente a minha percepção.

A lição que tirei desta viagem real e mental, é que quando focamos nossa atenção em determinadas coisas de forma apaixonada, ou nos apegamos a determinados pontos de vistas, acabamos ficando com uma visão muito restrita da realidade. Portanto quando estiver em uma cidade de casas amarelas, procure fazer o exercício de olhar para as azuis, a sua visão irá expandir-se de tal forma que um universo de outras cores se descortinarão diante de ti.

Alguns exercícios que trabalho hoje com meus clientes de consultoria de marketing, são exercícios de expansão da visão, da percepção das várias versões de uma “verdade”, de observar diferentes pontos de vistas, pois quanto mais desenvolvemos esta habilidade do “olhar além de uma única verdade”, temos mais chances de sucesso nas relações pessoais e profissionais.

E você já teve alguma experiência semelhante? Gostaria de deixar um comentário? Fique a vontade ;) vamos conversar


 

Sou Léo Begin — Formado em TI pela UNIPAR, MBA em Marketing e Negócios pelo CESUMAR, Cursei Branding na Belas Artes de SP — Trabalho com consultoria e assessoria de marketing pessoal, personal branding e marketing digital para pessoal e negócios criativos. Meu E-Mail é leobegin.mkt@gmail.com

9 visualizações0 comentário
bottom of page