top of page
  • Léo Begin

Por que questionar "verdades" pode mudar radicalmente sua vida profissional?


As crianças, a partir dos seus 2 anos de idade são extremamente questionadoras, "por que? Mas por quê?".... A curiosidade é primordial para o desenvolvimento nesta fase da vida, ao confrontar ideias, informações, elas vão formando sua base de conhecimento.

Com o tempo os adultos vão podando essa curiosidade: "É assim, porquê é, e pronto acabou...", e vamos pouco a pouco deixando de lado a curiosidade, e passamos a aceitar "verdades absolutas" sem questioná-las na maioria das vezes.


Crendices populares

E mesmo assim, se você tem uns 30+, se lembra que a gente realmente acreditava em várias crendices populares, e nem se ousava questionar:

  • Deixar o chinelo virado, a mãe morre

  • Se apontar para estrela, nasce uma verruga no dedo

  • Pisar no chão gelado deixa a boca torta

  • Tomar manga com leite: vai morrer

  • Se quebrar um espelho: 7 anos de azar...

Quantas vezes você não saiu correndo desesperado, quase que se arrebentando todo pra desvirar um chinelo. Ufa, foi por pouco, a mãe foi salva!


Vamos exercitar nossa memória?

  • Que outras crenças populares que você acreditava quando era criança / adolescente?

  • Não somente de crenças populares, mas puxe ai nos arquivos de sua memória, também, coisas que você tinha como verdades absolutas e depois acabou descobrindo não fazer o menor sentido?

O poder do POR QUE? na vida profissional

O seu trabalho tem rotinas, métodos e processos, que são passados por um colega de trabalho, ou por um superior para você. Ou ainda, são metologias de trabalho que você mesmo criou há muito tempo e que ainda repete praticamente de forma automática, sem pensar no porquê de estar fazendo aquilo e daquela forma. Só faz, porquê é assim e pronto.


A sua promoção ou o aumento de seu salário ou seus rendimentos podem estar num 'POR QUE?' Saiba porque:

Para que qualquer negócio continue a existir, a crescer é preciso que ele gere lucro, e entre tantas coisas necessárias para que o lucro aconteça, podemos citar: economia de recursos financeiros e materiais, otimização de processos e tempo.

Quando você para para questionar as rotinas e processos, certamente encontrará respostas que poderiam otimizar a produção, diminuir gastos e aumentar os ganhos. E com essas valiosas informações em mãos, você poderá implantar ou sugerir melhorias.

Executar uma tarefa com maestria não faz com que um profissional se destaque no seu trabalho, ele apenas está fazendo o que se é esperado que faça. Agora, quando você gera uma transformação positiva dentro da empresa, o seu valor profissional percebido cresce proporcionalmente à esta transformação.


Vamos por em prática?

Dica: Vá com calma - Ao ter uma ideia incrível, não vá se empolgar e já sair achando que descobriu a Pedra Filosofal, ou o Santo Graal, ou que inventou a roda. Muitas vezes a gente se empolga com alguma descoberta que já queremos sair contando para o mundo. Pescador afobado perde o peixe, e talvez, nem seja um peixe, é só um galho, ou uma bota. Então antes de pedir uma reunião para apresentar suas ideias, teste antes, reflita, pondere e esteja munido de informações que irão validar suas argumentações. Não pare no primeiro 'POR QUE?', questionamentos trazem novos questionamentos, e é preciso sempre CONFRONTÁ-LOS. Só depois então, com certeza que a sua ideia é realmente boa, e principalmente: aplicável, questionamentos trazem novos questionamentos, e respostas muito mais assertivas.


Abaixo, algumas sugestões de perguntas que você poderá fazer durante o processo de validação da sua ideia e também para lhe auxiliar na criação de argumentos para defendê-la:

  • Por que isso é feito desta maneira?

  • É a forma mais eficiente de se fazer, ou será que não existe uma jeito melhor?

  • Qual é a mudança que estou sugerindo?

  • POR QUE?

  • Huumm, existe! É possível aplicar? Como?

  • Tem pontos negativos?

  • O que será necessário para esta mudança?

  • Terá custos? Envolverá pessoas? Recursos?

  • Que benefícios reais trará ao negócio?

  • Em quanto tempo?

  • Poderá sofrer resistência por parte da equipe?

  • Está alinhada a filosofia da empresa?

  • Irá atingir o público consumidor?

  • Será necessário uma estratégia de comunicação sobre as mudanças?

Sugestão: aplique o método 5W2H (caso não conheça, dê um Google). É uma ferramenta de simples aplicação, e extremamente eficiente que poderá lhe auxiliar no planejamento e execução de sua estratégia.


Conclusão

Para que você tenha uma marca pessoal forte e relevante no mercado de trabalho, é importante, entre tantas outras coisas, ser um profissional questionador. Resgate aquela sua criança interior que era curiosa, não tinha medo de experimentar, errar e aprender.

Se você tem ideias boas que poderiam fazer a diferença para sua empresa, não guarde elas por vergonha, ou medo de julgamentos.

Estude, se planeje, esteja munido de informações, aplique-as ou peça uma reunião com seus superiores e defenda-as com segurança! "Uma luz sob uma mesa, não ilumina a sala". Seja visto, seja notado, faça a diferença e colha os merecidos frutos por isso!


Se as dicas deste artigo forem úteis para você, e se aplicar as dicas no seu trabalho, eu ficaria muito feliz em ouvir / ler seu depoimento. Não deixe de me contactar. Aaaa, tem sempre alguém que também está precisando ler isso. Compartilhe. Obrigado e até o próximo. Precisando, só me chamar ;)


#marketing #marketingpessoal #personalbranding #carreira #negócios #branding #leobegin

 

Sobre mim

Eu sou Léo Begin  - Consultor de Marketing Pessoal e Personal Branding

Meu propósito é ajudar as pessoas encontrarem, desenvolverem e revelarem a sua "luz" para o mundo! Se você deseja desenvolver, lapidar e potencializar sua marca pessoal, estou aqui para lhe ajudar. Vamos conversar?

Siga-me nas redes sociais para não perder nenhum conteúdo: Instagram - Facebook - Linkedin - Twitter

Meu E-Mail é contato@leobegin.com

Whats: 48 99859-6851

www.leobegin.com

Sou formado em TI, com - MBA em Marketing e Negócios e Curso de Branding, Construção Estratégica de Marcas - Marketing Digital



21 visualizações1 comentário
bottom of page