top of page
  • Léo Begin

Personal Branding - 7 passos para fortalecer sua marca pessoal

Você acredita que marca é algo exclusivo para produtos ou empresa? Pois então, convido você a tirar um tempinho para ler este texto.


Trabalhar sua marca pessoal / personal branding é fundamental para todo profissional, seja funcionário de uma empresa, ou autônomo, empreendedor, prestador de serviços…


Quando falamos de gestão de uma marca pessoal, a maioria das pessoas associa à celebridades, influencers, profissionais de comunicação, políticos. Certo? Sim, e não!

Todos nós temos uma marca pessoal, independente de à administramos de forma consciente e com estratégias ou não. Todos nós somos uma empresa “Eu, Ltda” A nossa marca pessoal, é a nossa reputação no mercado, o nosso posicionamento. Como somos vistos e reconhecidos.


Ao assumir o controle da sua marca, da imagem e mensagem que está sendo passada e percebida pelo mercado, você não ficará a mercê da sorte, dependendo de que os outros reconheçam o seu talento. Há muito ruído nas comunicações, há muita concorrência, portanto, aquele profissional que conhece o seu diferencial, que entende as necessidades do seu mercado, sabe se posicionar e se vender melhor, torna-se uma autoridade, uma referência em seu segmento.


Como começar a trabalhar a minha marca pessoal?


1. Autoconhecimento

A primeira etapa é algo um tanto quanto óbvio, mas negligenciada na maioria das vezes: o autoconhecimento, saber quais são suas fraquezas e principalmente suas forças, seu diferencial para então, começar a construir uma marca pessoal que se destaque na mente e coração de seu público.

“Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses” Sócrates.
  • Quem é você?

  • O que você faz / oferece?

  • Quais são os meus pontos fracos? E se eles podem prejudicar o meu negócio, como posso solucioná-los, ou minimizar o impacto destes pontos?

  • Qual é o seu diferencial? Aquilo que lhe torna único?

  • Quais os problemas, necessidades que o seu serviço / produto resolve na vida de seu cliente? Como eu agrego valor à vida deles?

2. Conheça seus clientes e potenciais clientes.

É uma presunção acreditar que conhecemos a necessidade do nosso público e que podemos "enfiar goela a baixo" nossas "soluções" para suas vidas. Somente quando passamos a entender as dores, prazeres e anseios verdadeiros de nossos clientes / seguidores / público é que podemos estabelecer um diálogo verdadeiro e muito mais eficiente para todos, lembrando que os dados demográficos e geográficos são importantes, claro, mas são os dados psicográficos e comportamentais que vão lhe ajudar a tocar a “alma” do seu potencial cliente. Para que você ofereça o seu "remédio" é preciso saber onde dói.


Quando mais informações você tem sobre o seu público, mais fácil fica a comunicação com ele, e tem muito mais êxito na tomada de decisões estratégias.
  • Para quem o meu serviço é destinado?

  • Qual sua idade?

  • Sexo?

  • Faixa etária?

  • Renda mensal?

  • Hábitos?

  • Meios de comunicação que utiliza?

  • Onde Mora?

  • Escolaridade?

  • Dores? (o que aflige esta pessoa, pode ser em relação a um problema que seu serviço propõe a atender ou a outras dores, medos e angústias em geral)

  • Prazeres? ( o que dá prazer a esta pessoa, e como o seu serviço pode diretamente ou indiretamente colaborar para o bem estar do mesmo)

  • Valores? (quais são os valores que move essa pessoa, no que ela acredita, e o que vai totalmente contra aquilo que ela acredita)


3- Benchmarking - Estude suas referências.

Observe, estude as referências em sua área e seus concorrentes diretos. Observe como eles agem, o que fazem para se destacar, e traga ou adapte para seu negócio as melhores estratégias de sucesso.

  • Quais práticas destes profissionais poderiam servir de inspiração para a minha marca profissional?

  • O que torna este profissional uma referência?

  • Quais são os seus pontos negativos?

  • Como é a relação dele e seu público?

4- Análise e interpretação dos dados

Após o trabalho de imersão, de pesquisa, você precisa analisar e interpretar as informações levantadas.

  • O que todas essas informações querem dizer?

  • Como posso usá-las para fortalecer minha marca pessoal?

  • Quais são os meus pontos fortes, fracos, e meu diferencial?

  • O que preciso melhorar?

  • O que preciso deixar pra lá?

  • No que devo focar?

5- Planejando uma estratégia

Dados, e a interpretação dos mesmos não servem para nada, se não vierem acompanhados de uma estratégia onde os mesmos sejam aplicados. Após todo o processo de autoconhecimento, de conhecimento do mercado é a hora de definir sua estratégia.

  • Qual é o meu objetivo?

  • Com quem quero falar?

  • Como desejo ser visto e reconhecido?

  • Que mensagem quero transmitir?

  • O que farei para construir uma marca / reputação pessoal forte?

  • O que devo fazer para me destacar / diferenciar?

  • Quais serão meus canais de comunicação?

6- Ação

Agora que você está munido de informações, e já tem desenvolvida uma estratégia é hora de partir para ação, e é "entrando em campo e jogando" que você irá aperfeiçoar suas habilidades. Validar estratégias, errar, acertar e corrigir erros. Porém quando falamos de marca pessoal é importante ter cuidado com os erros, pois, uma vez q a reputação é manchada, dá muito trabalho reverter os danos causados.

É na hora da ação, do vamos ver, que muita gente trava, se sente insegura... Neste artigo: O "Horizonte é um Lugar Inalcançável", eu falo sobre a ilusão de esperar estar pronto para então começar, recomendo muito a leitura, principalmente se você é uma pessoa que nunca se acha pronta, boa o bastante e que fica protelando a hora de se jogar.


7- Avaliar desempenho

A correria, a demanda do dia-a-dia, a rotina, fazem com que comecemos a agir no automático. De tempo em tempos é importante parar, analisar os resultados, ver o que está dando certo, onde estamos errando e calibrar nossas ações, e então recomeçar tudo novamente. Nunca pare, busque conhecimento e o desenvolvimento pessoal constantemente.


#marketingpessoal #personalbranding #branding #carreira #marketing #brandingpessoal #empreendedor #empreendedorismo #marcapessoal


 

Eu sou Léo Begin, especialista em Mkt e Negócios e trabalho com consultoria presencial e online de Branding para profissionais e pequenos negócios.


Se você precisa fortalecer a sua marca, vamos conversar:

Meu E-Mail é contato@leobegin.com

Whats: 48 99859-6851

Site/blog: www.leobegin.com

Siga-me nas redes sociais para não perder nenhum conteúdo: Instagram - Facebook - Linkedin


Formado em TI, com - MBA em Marketing e Negócios e Curso de Branding, Construção Estratégica de Marcas - Marketing Digital

283 visualizações0 comentário
bottom of page